DEFENDENDO A FÉ DESDE 1536; Sola Scriptura, sola Gratia, sola Fide, soli Deo Glória, solus Christus;

DEFENDENDO A FÉ DESDE 1536; SOLA SCRIPTURA, SOLA GRATIA, SOLA FIDE, SOLI DEO GLÓRIA, SOLUS CHRISTUS; Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos. Judas:3;

terça-feira, 9 de março de 2010

PAZ: Rm:3.9-20;

Diante da presente situação caótica do mundo, onde impera a desonestidade, a violência, a intolerância, a desunião, e todas as possíveis sortes de misérias e injustiças provocadas pela raça humana. Temos clamado cada vez mais pela paz! Mas será que realmente nós conhecemos o caminho da paz? E qual será o verdadeiro caminho da paz?
(1). Achamos que conhecemos o caminho da paz quando afirmamos que a paz começa em nós? O apóstolo Paulo discorda quando afirma que: “Não há quem faça o bem, não há nem um só”. Rm:3.12; ou seja os nossos atos estão tão impregnados com a nossa natureza pecaminosa, que até mesmo as nossas melhores obras, as nossas boas ações não são perfeitas diante de Deus! Is:64.6; pois mesmo que tenhamos bons motivos para praticá-las e devem ser praticadas! Sempre são acompanhadas de alguma coisa indigna; como segundas intenções, desencargo de consciência, promoção pessoal, barganhar com Deus, etc., Jesus sempre proibiu estas coisas! Mt:6.1-4; Se as nossas melhores obras são maculadas, quanto mais nossas más obras! Pois do coração do homem não vem o bem e nem a paz verdadeira! Mas o pecado que tanto contamina o homem! Mc:7.20-23; somos os causadores da destruição e da miséria do mundo! Rm:3.16; sempre fazemos alguma coisa que prejudica nosso próximo ou deixamos de fazer algo que poderia beneficiá-lo! Quando agimos assim, estamos pensando em uma paz particular e de forma alguma conheceremos o caminho da paz e muito menos á possuiremos Is:59.7-11;
(2). Pedimos Paz e não alcançamos, porque tememos pouco a Deus. Jr:5.21-31; Um dos freio do pecado é o temor de Deus; quanto mais nós tememos a Deus, mais nos afastamos do pecado, e quanto menos tememos a Deus, mais pecamos! A questão é que quando não tememos a Deus, achamos que a nossa iniqüidade não será descoberta e nem detestada. Sl:36.1-4; se nós agimos assim é porque não tememos a Deus Rm:3.18; Mesmo assim, a lei de Deus escrita na nossa consciência é a primeira a nos acusar e condenar Rm:3.19; porque quando fazemos algo de bom ela nos defende e quando fazemos algo de mal ela nos acusa e Deus irá julgar todos os nossos segredos no juízo final! Rm:2.15-16;
(3). Portanto somos inúteis para promover a paz sem o auxílio de Deus, mas não buscamos a Deus! Rm:3.10-12; estamos com os nossos pensamentos tão obscurecidos pelo pecado que não atentamos que existe um Deus Soberano que tem poder para transformar qualquer situação, de acordo com a Sua Vontade, inclusive o próprio pecador! Is:35.1-10; Se faz necessário que nós sejamos reconciliados com Deus através da fé em Jesus Cristo, para que deixemos de ser inimigos de Deus e salvos da ira e justa condenação Rm:5.8-11; nós só poderemos promover a paz se formos declarados justos pela fé em Jesus Cristo e tivermos paz com Deus!Rm:5.1;
(4). Pois o caminho da paz está no Evangelho da Paz onde Jesus Cristo é o Príncipe da Paz! Is:9.6-7; Jesus está reinando desde agora e para sempre! E todos aqueles que fazem parte do seu reino, estão num estado de paz e prosperidade!
Qual tem sido o nosso caminho? Temos procurado o caminho da paz segundo os conselhos do mundo que traz condenação? Jó:21.7-20; Ou temos procurado o caminho da paz segundo Deus que traz restauração? Jó:22.21-30; Pois grande paz tem os que amam a lei de Deus e jamais tropeçarão! Sl:119.165; Amém!

Pb. Silvio Romero Santos.

Nenhum comentário: