DEFENDENDO A FÉ DESDE 1536; Sola Scriptura, sola Gratia, sola Fide, soli Deo Glória, solus Christus;

DEFENDENDO A FÉ DESDE 1536; SOLA SCRIPTURA, SOLA GRATIA, SOLA FIDE, SOLI DEO GLÓRIA, SOLUS CHRISTUS; Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos. Judas:3;

quarta-feira, 7 de julho de 2010

POR CAUSA DE UM TODOS SOFREM? 2Cr:33.1-20;

Ao longo da história de Israel como nação governada por reis, sempre houve períodos de prosperidades e de calamidades, as promessas de Deus para a nação receber alguma bênção material era condicionada à observância da Lei Mosaica, e a não observância trazia castigos temporais de Deus para a disciplina da nação! Dt:11.12-17; o interessante é que geralmente os reis eram os causadores de maldições derramadas por Deus sobre a nação, não que eles sejam os únicos protagonistas, mas que eles eram os representantes da nação! Portanto quando Deus abençoava o reinado a nação era abençoada, quando Deus não abençoava o reinado a nação era amaldiçoada! Dt:28.1-68; por exemplo reinados que trouxeram prosperidade: Davi, Salomão, Asa, Josafá, etc, e reinados que trouxeram calamidades: Acazias, Atalia, Amom, Reoboão, Abias, etc; diante disso podemos dizer que: quando Deus quer abençoar o povo Ele levanta governantes justos e quando Deus não quer abençoar o povo Ele levanta governantes ímpios; fica bem claro o ditado popular “cada povo tem o governo que merece! Dn:2.21;
(1). Diante disso queremos destacar a peculiaridade de um reinado que experimentou estas duas situações, injustiça e justiça, maldição e bênção! Estas coisas aconteceram no reinado de Manassés; o seu reinado foi precedido pelo de Ezequias que impôs uma grandiosa reforma na história do Reino do Sul, restabelecimento do culto 2Cr:29; da páscoa 2Cr:30; destruição dos altares pagãos 2Cr:31; etc; Manassés herdou um reino reformado aos doze anos de idade 2Cr:33.1; incluindo a década da co-regência com Ezequias que reinou 55 anos 696-642 A.C.) Mas após a morte de seu progenitor, tornou a edificar os altares pagãos, servindo e adorando a toda sorte de falsos deuses 2Cr:33.3-5; quebrando o primeiro mandamento Êx:20.3-5; praticou feitiçaria, adivinhação, bruxaria e consultou médiuns e adivinhos e até mesmo ofertou no fogo seus filhos 2Cr:33.6; quebrando a Lei de Deus que proíbe estas práticas Dt:18.9-14; como também o salmista associa o sacrifício humano à adoração aos demônios Sl:106.36-38; profanou o templo com imagem de escultura fazendo com que a Glória de Deus não mais estivesse lá 2Cr:33.7-8; Deus não compactua com ídolos 2Cr:6.16; 0 caráter de Manassés pode ser comparado ao seu avô Acaz, que não chegou a conhecê-lo pois havia falecido antes de nascer, como também suas práticas pagâns 2Cr:28.1-4,23-25;
(2). Por conta de Manassés ser o rei e representante na nação, ele fez o povo errar 2Cr:33.9; o povo já não mais estava dando ouvidos a Lei de Deus, e como o seu próprio líder que deveria zelar e defender os Mandamentos de Deus, estava mergulhado no paganismo e incentivava o povo a tais pecados! 2Rs:21.8-9; e aqueles que não praticaram o paganismo e se puseram contrário a tais pecados, foram perseguidos e mortos por Manassés 2Rs:21.16; “os pecados do passado são os mesmos de hoje, só que com uma roupagem diferente!” os governantes iníquos vivem mergulhados na idolatria, misticismo, necromância, adivinhações, etc; e promulgam Leis como: O aborto e pesquisa com células embrionária, induzindo o povo a assassinar seus filhos inocentes e indefesos como fez Manassés que os assassinou no fogo 2Rs:21.6; essas leis “legalizam o assassinato” se utilizando de algum meio para interromper o curso natural Da vida! E a vida começa no momento da fecundação quando a célula ovo começa a se multiplicar Jr:1.5; Is:49.1,5; Gl:1.15; Sl:139.16; portanto um óvulo fecundado é um adulto em potencial! Fazer uso de leis injustas para justificar o assassinato é quebrar o sexto mandamento Êx:20.13; e prestará contas à Deus Êx:21.14;
Deus julgou Manassés e o povo pelos seus pecados 2Rs:21.10-15; no final de tudo Manassés se arrependeu mas não teve muito tempo para reformar a nação de forma eficaz 2Cr:33.17; e o resultado foi que o seu sucessor reverteu as práticas idólatras que aprendera na infância 2Cr:33.21-25; Manassés plantou o mal e colheu o mal para o seu reinado e ainda fez escola para seu sucessor! Por causa dele todos sofreram! Amém
Pb. Silvio Romero Santos.

Nenhum comentário: